Agende sua Avaliação 

 (31)99224-8317

R Aimorés, 20 - Academia Contorno do Corpo, 2 andar - Funcionários - Belo Horizonte - MG

  • Instagram - Grey Circle

 Siga também no Instagram  @dra_juliana_oliveira

Tratamento Para Fibroses

Uma condição que frustra pacientes que fazem principalmente as cirurgias de lipoaspiração e abdominoplastia é o surgimento de fibroses e aderências. Elas surgem na fase de reparo tecidual (cicatrização) mas não podem permanecer, sendo consideradas parte do resultado final.

O que é fibrose?

 

A fibrose é formada pela deposição de tecido cicatricial (predominantemente colágeno) excessivo e desorganizado, que se não tratado de forma adequada, leva a formação de retrações teciduais, gerando um desconforto muito grande ao paciente (sensação que a região está “presa”) e uma aparência inestética (como a da foto) que deixa os pacientes insatisfeitos.

 

É muito importante aplicar técnicas específicas após a cirurgia para prevenir e tratar essa deposição de tecido desorganizado.

Em quais cirurgias as fibroses são mais frequentes?

As cirurgias que geram um maior dano tecidual, principalmente devido a introdução de cânulas, como no caso da Lipoaspiração corporal, região mentoniana (papada), axilar ( para retirada de gordura próximo às mamas) ,Ginecomastia, Lifting Facial  e Abdominoplastia.

 

DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL NÃO TRATA FIBROSES E ADERÊNCIAS !

 

São recorrentes os relatos de pacientes insatisfeitos com o resultado da cirurgia, apesar de já terem realizado inúmeras sessões de drenagem linfática manual e até mesmo outros tratamentos envolvendo  diversos aparelhos estéticos.

 

Por que isso acontece? 

Simplesmente porque a drenagem linfática tem a função somente de estimular o sistema linfático a reabsorver o edema (inchaço) depositado após o processo cirúrgico, sendo muito superficial e inespecífica para tratar a fibrose. Os aparelhos estéticos empregados, em sua maioria, estimulam a produção de colágeno, havendo ainda maior deposição do mesmo, ao invés da reorganização. É comum o relato dos pacientes sentirem alguma melhora logo após a sessão, mas com o passar dos dias, haver maior retração e piora do aspecto estético, devido a essa nova formação.  

 

Então, como é o tratamento?

 

A técnica empregada é totalmente MANUAL, visando a organização do tecido. NÃO se trata de massagens com movimentos aleatórios, amassamento, compressão (como na massagem modeladora) e muito menos que gerem DOR. A tensão mecânica aplicada promove um estiramento e mobilização do tecido (respeitando as características cicatriciais) que modifica a estrutura do colágeno depositado desordenadamente, reorganizando-o. Ao final da sessão, o paciente consegue perceber a melhora da retração tecidual e o alívio no desconforto, permanecendo assim até a sessão seguinte. A evolução é gradual, sendo percebida sessão a sessão e a maioria dos pacientes recebem alta após 5 sessões.

 

O tratamento funciona somente em fibroses recentes?

 

Nos casos recentes, sem dúvida a resposta é mais rápida do que em casos de fibroses tardias. Mas mesmo na fibrose tardia, consegue-se uma melhora do aspecto inestético.

O tratamento é parecido com outros tipos de massagens manuais, como massagem modeladora ou redutora?

Não. As massagens modeladoras e redutoras são técnicas que visam a mobilização tecidual focada no remodelamento do tecido adiposo. Os movimentos empregados são de compressão, amassamento, rolamento, totalmente diferentes dos aplicados para as fibroses. Esses devem seguir um direcionamento específico de acordo com a resistência apresentada pelo tecido. Infelizmente alguns profissionais acreditam que fibroses podem ser tratadas utilizando movimentos parecidos com os da modeladora, o que acaba gerando dor e agressão ao tecido cicatricial, podendo em alguns casos, piorar ainda mais o aspecto e resistência das fibroses. 

 

A aplicação de aparelhos estéticos ( Ultrassom, radiofrequência, carboxiterapia, manthus, velashape, entre outros) são eficazes para o tratamento das fibroses ?

Como já foi explicado, os aparelhos estéticos atuam estimulando a produção de colágeno, fato que não gera resultados significativos na melhora da fibrose. Eles podem ser indicados e utilizados em outros momentos, para melhora da flacidez de pele caso haja indicação, porém em uma fase mais tardia (cerca de 6 meses após a cirurgia). 

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato através do e-mail ou whatsapp !

Resultado após 5 sessões de terapia manual. A paciente chegou apresentando fibroses em forma de nódulos na região abdominal e cordões na lateral do tronco após 30 dias de cirurgia. Possuía limitação de movimento ao fazer flexão lateral de tronco que normalizou ao final do tratamento.